fbpx

O que é o Marketing Digital e como se deve fazer?

O que é o Marketing Digital e como se deve fazer

O que é o Marketing Digital?

Começamos por uma pequena definição simples de marketing digital, pois para muitas pessoas e empresários é algo muito complexo, de difícil implementação e que no caso de empresas mais pequenas não trás resultados. Este raciocínio está de certa maneira presente no dia a dia, porque, no marketing digital os resultados podem demorar um pouco mais a aparecer, mas isso não quer dizer que a estratégia implementada não esteja correta, ou que não trará resultados num futuro próximo.

O que é o Marketing Digital

Então, podemos dizer que, o marketing digital corresponde ao conjunto de estratégias e conceitos digitais, que qualquer pessoa ou empresa, pode utilizar para atingir os seus objetivos e assim potenciar um negócio na internet, sempre com o propósito de aumentar notoriedade e/ou vendas (estas quase sempre interligadas). Essas estratégias englobam:

  • a dinamização de redes sociais (deve ser efetuada uma análise, para se verificar aquela que é mais ajustada para cada setor ou negócio),
  • implementação de campanhas de Facebook, Instagram e LinkedIn Ads,
  • desenvolvimento de websites ou lojas online,
  • inbound marketing e content marketing,
  • estratégias de SEO (Se quiser saber mais sobre SEO, veja este artigo) e SEM,
  • campanhas de Google Ads,
  • criação de newsletters para aplicação de campanhas de e-mail marketing,
  • entre outras, constante o tipo de estratégia aplicar.

Vantagens do Marketing Digital

No geral, até podemos dizer que os objetivos do marketing digital e marketing tradicional são os mesmos, ambos tem como principal missão, fazer crescer a carteira de clientes, aumentar a visibilidade, promover a credibilidade da pessoa ou empresa, gerar maior volume de negócio, entre outros objetivos. Contudo, o marketing digital permite um pouco mais que o marketing digital:

  • maior alcance, que a nível nacional ou internacional,
  • possibilidade de segmentação do público-alvo de acordo com os objetivos definidos,
  • monitorização em tempo real, tendo a possibilidade de ajustar as ações praticamente no momento,
  • a possibilidade de conseguir medir resultados, muitos deles, quase em tempo real,
  • e no nosso entender, um dos aspetos muito importantes, custos mais reduzidos.

Acreditamos que uma empresa terá muito melhores resultados com o desenvolvimento e implementação de uma estratégia de marketing digital.

Vantagens do Marketing Digital

Estratégia de Marketing Digital

Existem várias formas de desenvolver e aplicar uma estratégia de Marketing Digital. Cabe a cada negócio entender qual será a mais adequada, tendo em conta as necessidades da empresa.

Poderá dizer-se que podem existir algumas mais importantes que outras e ai destacamos as seguintes:

  1. Website ou loja online (São no nosso entender o pilar de toda a estratégia digital. Ao contrário de outras plataformas, são o único canal que é nosso, não estando por isso dependentes de políticas de privacidade, formatos, ou tipos de conteúdo. Podemos inserir conteúdo, quando, como e da maneira ou formato que pretendermos, sem estarmos dependentes das regras de uma plataforma.)
  2. SEO (Significa otimização para motores de pesquisa e consiste num conjunto de técnicas para posicionar o website ou loja online nos primeiros resultados orgânicos do Google. Consiste na forma de alcançar tráfego gratuito, gerando conversões sem pagar por isso.)
  3. SEM(Antes de explicarmos o SEM, será importante definir outro termo, SEA (Search Engine Advertising), ou seja, que corresponde aos anúncios que são efetuados motores de busca. Voltando ao SEM, podemos definir o SEM (Search Engine Marketing) como a combinação entre o SEO com o SEA, ou seja, relaciona a otimização para os motores de busca com a estratégias e ações de compra de publicidade paga para gerar tráfego.)
  4. Marketing de Conteúdos (Tem como principal objetivo posicionar uma empresa ou marca, como uma referência num setor ou tema. Esse objetivo poderá ser alcançado, oferecendo aos consumidores conteúdo valioso gratuito, combinado com as melhores soluções para a resolução dos problemas dos consumidores.)
  5. Redes Sociais (Vivemos atualmente numa era de Redes Sociais, sendo indispensável a sua presença por aqui, pois é por onde passa a maior parte da comunicação das empresas e marcas. Nesta altura, arriscamos a dizer que, as empresas sem qualquer presença social é quase como se não existissem. Torna-se por isso indispensável ter uma presença ativa nas plataformas de Social Media, conseguindo assim, uma comunicação regular com o seu público-alvo. Outra razão é que, trabalhar com estas plataformas, conseguimos uma interação mais simples e rápida com o público, tornando mais fácil compreendê-lo e conquistá-lo.)
  6. (PPC) Publicidade online paga (PPC significa pay-per-click, ou seja, pago por clique. Neste tipo de publicidade, são criados anúncios, em que o anunciante paga apenas, quando alguém clica no seu anúncio.)
  7. Email marketing (consiste no envio de e-mails para uma lista de contactos – público, através de plataformas de email em massa (E-goi, Mailchimp, são 2 das mais conhecidas) de forma mais ou menos consistente. Esta estratégia é responsável por mais de 25% do lucro nas lojas online. Atualmente, ter uma ferramenta de marketing automatiza, que para além de emails, lhe permite enviar, SMS, mensagens de voz personalizadas, automatizadas e no exato momento ao cliente, é algo que produz resultados muito satisfatórios ao nível de estratégia de comunicação digital.)

Outros termos importantes numa estratégia de Marketing Digital

O marketing digital é extremamente amplo e apresenta os seus próprios conceitos e termos, onde se destacam:

  • Buyer Persona (ou Avatar) é uma personagem fictícia que serve como representação do cliente ideal da empresa. Ao contrário de público-alvo, que constitui uma representação mais abrangente, a Persona contém detalhes específicos. Representa um perfil baseado em dados reais de forma a representar detalhadamente o cliente ideal de uma marca. Deste modo, o objetivo principal da persona é apresentar as principais características, desde os dados demográficos, geográficos, habilitações literárias, profissão, hobbies, interesses, maiores necessidades e medos, do cliente ideal.
  • Lead (O lead é um contato que já demonstrou interesse nos produtos ou serviços de uma marca ou empresa. Este, já forneceu algum tipo de informação de contato para que possa alimentá-lo através de diferentes ações, por exemplo, posts blog, redes sociais, email marketing.)
  • Landing Page (Uma landing page, também conhecida como página de destino, ou página de “aterro”, é uma página criada com o objetivo de gerar leads para um negócio. A ideia-chave é que nessas páginas ofereça conteúdo de valor e em troca os visitantes mais interessados deixem informações de contato. Este contacto poderá ser depois usado numa fase seguinte de conversão.)
  • CTA (Como o próprio nome indica, um CTA é uma “chamada para ação”, apresentado em forma de botão, hyperlink, banner, etc. São botões que pode colocar num site, blog ou newsletter com a finalidade de direcionar os utilizadores para uma página. Nessa página, eles continuam a sua buyers journey até ao momento em que estejam preparados para a aquisição de produtos ou serviços.)
  • CRM (Customer Relationship Management) (Significa gestão de relacionamento com o cliente. Este termo é normalmente usado para representar sistemas de CRM, projetados para ajudar na qualificação de leads, administrar e acompanhar oportunidades de negócios e fortalecer o relacionamento entre consumidores e a marca.)
  • KPI (Key Performance Indicator) (São indicadores de performance usados para medir e rastrear os resultados alcançados através de ações e estratégias de marketing digital. É graças a estes indicadores que se vai calcular em muitas situações o ROI (Return Over Investment, ou retorno sobre investimento).)
  • Tráfego orgânico Vs tráfego pago (O tráfego orgânico é aquele que provem de ações de Inbound Marketing, também conhecido como marketing de atração. Está em muitas ocasiões associado a  mecanismos de busca ou através da partilha de conteúdo nos canais digitais (websites, blogs, redes sociais) por parte dos utilizadores.  O tráfego pago é gerado a partir de campanhas pagas, como anúncios nas redes sociais (Facebook Ads, Instagram Ads, Linkedin Ads, etc.) ou anúncios nos motores de busca (Google Ads, etc.).)
Author avatar
Mário Salgado

Publicar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Usamos cookies para que possa ter uma melhor experiência.